Maria, a melhor expressão da Misericórdia de Deus

          Virgem Maria recém nascida

Quatro mil anos! Sim, quatro mil anos os justos do Antigo Testamento esperaram a vindo do Salvador prometido desde a queda de nossos primeiros pais, Adão e Eva. Suplicaram os Patriarcas, os Juízes, os Profetas, suplicaram enfim as almas santas que durante todo esse tempo viveram. Um dia a promessa teve seu início de cumprimento. E que início: nasceu Aquela que devia dar à luz o Salvador.

É precisamente essa Virgem que haveria de conceber e dar a luz um filho (cf. Is, 7, 14) cujo nascimento a Igreja comemora hoje em toda a terra: 8 de setembro, a Natividade de Maria.


Continue reading

Perfume em frasco pequeno

O conhecido orador sacro e escritor, Pe. Antônio Vieira, assim conclui uma de suas cartas ao Rei de Portugal: “Perdoe-me Vossa Alteza a extensão desta carta, mas é que não tive tempo de fazer uma menor”.(1) E não é ironia. Muitas vezes, é mais difícil expressar resumidamente um pensamento do que expô-lo sem a preocupação de ser breve.

Essa frase do Pe. Vieira veio-me à memória a propósito de algo muito difícil de dizer em poucas palavras. Mas o Mons. João Clá conseguiu.


Continue reading

O CÉU E A TERRA PASSARÃO?

 

ceus-e-terra-ifte-ae

Conhecedor da fraqueza e da malícia humana, Jesus quis nos deixar uma confortadora certeza que nos deve guiar ao longo dos séculos, a cada dia de nossa vida: “passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais’ (Mt 24, 35; Mc 13, 31; Lc 21 33).

Palavras de uma misericórdia extrema, própria a nos dar total segurança: assim como as leis naturais – a da gravidade, da velocidade da luz, por exemplo – não mudam, com a mesma certeza e confiança podemos nos apoiar nas leis morais e nos mandamentos, pois estes jamais poderão ser alterados. Quem assim prometeu, disse de Si mesmo: “Eu sou a Verdade” (Jo 14, 6).

Sobre um desses pontos, são esclarecedoras as palavras do Pe. Caio Newton de Assis transcitas a seguir.

Continue reading

SACRAMENTO DA MISERICÓRDIA

confessionario-ae

 

Dentre os sacramentos instituídos por Nosso Senhor para a salvação dos homens, um dos que certamente mais reflete sua misericórdia infinita é o da Confissão. Que alívio é para um cristão, sinceramente arrependido, saber que, no momento em que o sacerdote pronuncia a fórmula da absolvição, o próprio Deus perdoa as suas faltas, por maiores e mais numerosas que sejam.

Continue reading

CONFIANÇA! UM IMENSO PERDÃO NOS ESPERA

volta-do-filho-prodigo-rae

Ao lermos a parábola do filho pródigo, costumamos aplicá-la a pessoas que conhecemos. Mas, haveria um paralelo entre o filho pródigo do Evangelho e a situação trágica em que a humanidade se encontra?

O filho pródigo do Evangelho perdeu sua herança porque desejou gastá-la longe da casa do pai, e a humanidade parece ter perdido a luz da razão porque julgou-se capaz de usá-la sem Deus. E tendo dilapidado toda a “fortuna” de sua inteligência e liberdade, não estaria agora a humanidade reduzida a alimentar-se das “bolotas dos porcos”?

Continue reading

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA …

 

mar-revolto-geopickAo percorrer as primeiras páginas das Sagradas Escrituras, curioso é notar a misteriosa predileção demonstrada por Deus para com as águas. Quando a Terra estava ainda deserta e vazia, e as trevas cobriam o abismo, o Espírito do Altíssimo já pairava sobre elas (cf. Gn 1, 2). E logo após criar o dia e a noite, deu origem aos rios e oceanos, com os quais cobriu a maior parte da superfície terrestre.

Continue reading

POR QUE DUVIDAMOS?

No ano de 1675 Santa Margarida Maria Alaquoque, freira no convento de Paray-le-Monial, na França, foi beneficiada com as aparições do Sagrado Coração de Jesus. Queria assim o Divino Mestre expressar de modo ainda mais marcante as imensidades de sua misericórdia para um mundo que, já então, precipitava-se no caminho que conduzia a atual situação em que nos encontramos.

Hoje, dia da comemoração do Sagrado Coração, é muito oportuno relembrar as palavras de Jesus que, se as ouvirmos, podem nos levar à confiança tão necessária nos atuais dias tão turbulentos.

Continue reading