Como receber e usar o Escapulário

1  Qualquer padre tem poder para benzer e impor na pessoa o Escapulário.

2 – Essa bênção e imposição valem para toda a vida, portanto, basta recebê-lo uma vez.

3 – Quando o Escapulário se desgastar, basta substituí-lo por um novo.

4 – Mesmo quando alguém tiver a infelicidade de deixar de usá-lo durante algum tempo, pode simplesmente retomar o seu uso, não é necessária outra bênção.

Continue reading

O dia mais feliz de minha vida

Vira nações inteiras dominadas pelo seu exército, fora recebido como herói, ergueram-lhe um Arco do Triunfo, fez-se coroar Imperador… Nessas circunstâncias, perguntado qual foi o dia mais feliz de sua vida, não hesitou em dizer:

— Foi o dia de minha Primeira Comunhão!

Quem disse isso? Napoleão Bonaparte.

Via-se no rosto das 20 crianças que fizeram a Primeira Comunhão na igreja de Nossa Senhora dos Claríssimos Montes uma tal felicidade que, por maiores sucessos a terem na vida, um dia poderão dizer: “Foi o dia mais feliz de minha vida”. Continue reading

Quem é verdadeiramente pobre?

Nunca houve tantas associações filantrópicas como em nossos dias, mas também nunca foi mais profunda entre os homens a sensação de penúria e abandono. Quais as causas das novas formas de pobreza que assolam o mundo contemporâneo?

Ou ainda: Haverá modos bons de ser rico ou maus de ser pobre? A riqueza é, necessariamente, algo mau e a pobreza algo bom? Continue reading

Porque existe a Quaresma? – VÍDEO

Nesse período do ano, após a Quarta-feira de Cinzas, você deve ter percebido que várias coisas na igreja são trocadas pra a cor roxa: o paramento do padre, os tecidos do altar, do ambão (ou “mesa da palavra”, pequena tribuna de onde é lido o Evangelho), etc.

Mais adiante, aproximando-se a Semana Santa, as imagens são cobertas por um tecido ou véu roxo. Mas, por que?

É o que explica a seguir o VÍDEO

Sorriso de Maria

Poucas coisas tocam mais o coração de um filho do que o sorriso da própria mãe. Como será então o sorriso de Nossa Senhora para cada um de nós? Os Santos insistem sempre em que Maria nos ama individualmente como se apenas cada um de nós existisse. Como será o sorriso para esse filho único?

São oportunas nesse sentido as considerações que seguem, proferidas pelo Papa Bento XVI. Continue reading

Confiança!

Certos fatos pequenos da vida quotidiana podem conter realidades ou mesmo ensinamentos bem elevados. Basta ver como Nosso Senhor os utilizava nas suas parábolas, em geral para responder ou explicar temas altíssimos e lições que marcaram os séculos.

Perguntado, por exemplo, sobre o Reino dos céus, Jesus não expunha doutrinas complexas, mas exemplificava com uma moeda perdida, uma pérola, etc.

Foi de um pequeno fato que nasceu esse artigo.

Pouco tempo atrás ouvi de uma pessoa, conversando com um seu amigo, dizer o seguinte: Continue reading

Como uma semente…

Carregando com exuberância delicados e coloridos cachos de flor, brancos, róseos ou amarelos, o ipê evoca a inefável beleza do Altíssimo. A jabuticabeira, por sua vez, com seus troncos e galhos repletos de frutinhas, lembra a generosidade com que a Divina Providência atende as necessidades dos seus filhos. Continue reading

Auxílio dos Cristãos

O simbolismo desta imagem é muito bonito. Nossa Senhora tem em um de seus braços o Menino Jesus e na outra mão um cetro. Isso quer indicar que pelo poder que Ela tinha sobre o Menino Jesus, e que conservou a vida inteira, Ela tem a onipotência sobre todo o mundo, sobre todo o universo.

E como Senhora onipotente do universo, Ela tem o poder de nos auxiliar em tudo que nós quisermos. É uma auxiliadora onipotente. Por outro lado, o semblante risonho d’Ela, o semblante amável d’Ela, nos fala da sua misericórdia. Então, estão dois fatores presentes para nós confiarmos no auxílio d’Ela. Ela quer inesgotavelmente socorrer-nos, Ela pode socorrer-nos em tudo. Logo, se pedirmos Ela socorrerá.

Plinio Corrêa de Oliveira

Crescer na confiança

Olhando em nosso entorno — seja ele o de relações, acontecimentos, da rotina tantas vezes estressante, etc. — há momentos em que “tudo vem abaixo”. Nessa hora é fundamental considerar a atitude daqueles que a Igreja põe para nós como modelos. O fato e rápido comentário do mesmo  feito pelo Dr. Plinio Corrêa de Oliveira é muito elucidativo. Continue reading

Todos os que a usarem receberão grandes graças

Em uma das aparições a Santa Catarina Labouré, no convento da Rue du Bac, em Paris, em 27 de novembro de 1830, Nossa Senhora lhe mostra como deve ser a medalha que deseja que seja difundida: Fazei cunhar uma medalha conforme este modelo. Todos os que a usarem, trazendo-a ao pescoço, receberão grandes graças. Estas serão abundantes para aqueles que a usarem com confiança…E indica a frase que deve constar na medalha: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”. Continue reading

Tive sede e me destes de beber – VÍDEO

Era inverno, o vento parecia querer transformar em gelo tudo quanto tocava. Em meio ao bosque nevado cavalgava um garboso oficial do exército romano. Uma espessa e ampla capa de lã o protegia, aquecia generosamente. Ia, assim, comodamente agasalhado, quando avista tiritando de frio, um pobre velho vestido apenas com uns poucos farrapos.

Ver o maltrapilho e descer do cavalo foi uma coisa só. Tirou a ampla capa, cortou-a com a espada e deu-lhe a maior parte, tendo o cuidado de envolvê-lo e agasalha-lo melhor.

Qual não é sua surpresa, quando o maltrapilho dá lugar ao próprio Jesus que, sorrindo, agradece e desaparece…

O cavaleiro — chamava-se Martinho — lembrou-se das palavras que Jesus pronunciara séculos antes na Galileia: “toda vez que fizerdes isso a um desses pequeninos, é a Mim que o fazeis”.

Esta mesma frase inspirou a misericórdia e a caridade ao longo dos séculos. E inspirou também o Mons. João Clá, levando-o a criar o Fundo Misericórdia, dos Arautos do Evangelho. Alguma coisa dessa inspirada obra você pode ver no VÍDEO a seguir.