Amor com amor se paga

É muito conhecida a recomendação de Jesus “Se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra”. O próprio Jesus agiu assim e de modo tão sublime que supera sua própria recomendação.

Vejamos uma dessas vezes.

Nosso Senhor quis manifestar sua misericórdia de modo a não termos dúvida: ela é plena, mas de uma plenitude divina que ultrapassa nossa capacidade humana de excogitar como Ele é misericordioso.

Tomemos como exemplo a memória do Santo que a Igreja celebra hoje: São Longinos.

Lança de Longinos
Relíquia venerada em Viena

O Evangelho narra (Jo 19, 34) que “um dos soldados abriu-lhe [a Jesus] o lado com uma lança, e imediatamente saiu sangue e água”. Os demais dados sobre o Santo encontram-se em documentos da época, embora não façam parte da Sagrada Escritura ⁽¹⁾.

Narram eles que Longinos (cujo nome vem da palavra grega que significa “lança”) nasceu um Lanciano, na Itália. É impressionante a “coincidência”, pois é nesta cidade que se dá o famoso milagre da hóstia transformada em carne e do vinho em sangue, venerados até hoje.

Alistou-se no exercito romano e foi enviado para a Judeia, presenciou a crucifixão e morte de Jesus. Foi-lhe ordenado transpassar o corpo do Salvador para certificarem-se que já estava morto.

Como soldado, Longinos obedeceu, embora já tivesse aceitado a Jesus como o Messias. E aqui vem a suma misericórdia: tinha as vistas defeituosas e, ao retirar a lança parte do sangue e da água caiu sobre ele, de modo particular nos olhos.

Mesmo depois de morto Jesus o curou de corpo e alma: teve as vista saradas e sua alma contrita pelas faltas cometidas, convertendo-se num discípulo, passando a pregar o Evangelho. Foi martirizado devido a sua fidelidade Àquele que transpassara.

Pode-se dizer ter sido este o primeiro milagre do Sagrado Coração de Jesus: curou e converteu a quem O tinha dilacerado. A chaga que contemplamos no Coração de Jesus foi aberta por São Longinos e Jesus, em sua misericórdia, abriu-lhe as portas do Paraíso.

Sublime lição de misericórdia de Jesus. Séculos depois Ele afirmou: “Vinde a Mim e não temais. Eu descanso perdoando” ⁽²⁾.

Por mais culpados que nos sintamos, não duvidemos um instante da misericórdia de Jesus: Ele nos espera, a mim, a você leitor, para curar-nos de corpo e alma. Vamos portanto a Ele com confiança de filhos em busca do melhor dos Pais.

⁽¹⁾Dados compilados de Las Siervas de los Corazones Traspasados de Jesús y María, em http://www.corazones.org/santos/longino.htm, acessado em 16/10/2013

⁽²⁾ Mons. João Scognamiglio Clá Dias,EP, Sagrado Coração de Jesus – Tesouro de bondade e de amor, ACNSF, São Paulo, 2002.

3 thoughts on “Amor com amor se paga

  1. Pingback: Amor com amor se paga | Arautos do Evangelho

  2. Estupenda y emocionante historia! Sigo acompañando siempre con entusiasmo esta página de los Heraldos de Montes Claros. Muchas gracias por el esfuerzo evangelizador. Néstor

  3. Salve Maria!
    É maravilhosa a história, as vezes não conseguimos fazer como Nosso Senhor Jesus Cristo dar a outra face , geralmente temos pavio curto isso nos atrapalha demais temos é que pedir ajuda a Deus.
    Salve Maria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *