PEDRAS PRECIOSAS… NO CÉU

coroa-caroligea-muse-viena

Quantas vezes, afastados do corre-corre diário, numa noite com o céu límpido e longe das luzes da cidade, não nos encantamos contemplando o firmamento celeste repleto de estrelas que cintilam misteriosamente? E quantas vezes não tivemos vontade de apalpá-las, saber do que são feitas, por que reluzem de maneira tão atraente?

A ciência define as estrelas como corpos celestes produtores e emissores de energia, com luz própria. A física nos elucida que são compostas de plasma e que, por causa de sua pressão interna, produzem energia por fusão nuclear.

Aceitamos a explicação, mas ela não nos contenta. Será que aqueles pontinhos tão fascinantes, que parecem criados para os nossos olhos contemplá-los e nossos dedos tocá-los, se reduzem a uma confusa massa de gás incandescente? Continue reading

FLOR QUE PERFUMA O JARDIM DA IGREJA

menino-jesus-detalhe-ae

Nosso Senhor Jesus Cristo surpreendeu os homens com uma inovadora doutrina, que implicava na completa alteração dos paradigmas do relacionamento humano até então considerados normais.

Em suma, o ensinamento do Divino Mestre consistia no preceito de amar o próximo como a si mesmo, por amor a Deus; de amar até mesmo os inimigos e fazer o bem a quem nos odeia; de buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, com a certeza de que o resto virá em consequência.

Continue reading

“LIGUE OS PONTOS”

— Veja que bonita essa ponta com uma bandeira! E essa janela!

Ouvia essas exclamações de um jovem primo, com seus 8 anos. Estava encantado com o que via. Às tantas, perguntou:

— O que faz aqui esse farol?… E ali essa ponta iluminada pelo sol?

Aproximei-me para tentar ajudar o curioso pimpolho.

Vi tratar-se de Continue reading

SONHOS DAS MIL E UMA NOITES

Quem de nós, ao menos nos tempos de nossa infância, nunca imaginou um marajá indiano ou uma princesa persa, vestidos esplendidamente, ornados com as mais finas joias e pérolas, passeado pelos ares sobre um tapete voador? Um tapete que obedecesse à voz de comando de seu nobre dono e que se alçasse aos céus com elegância e leveza?

Se é certo que os tapetes não possuem capacidade de voar, não é menos certo que eles têm um poder precioso: o de levar a sensibilidade humana a viajar pelos altos paramos do mundo do belo.

Continue reading