SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

antonio-santo-ea-iluminura-anonimo-boletim

Por volta do ano de 1193 em Lisboa, Portugal, nasceu Fernando Bulhões que se tornaria depois Santo Antônio de Pádua, ou de Lisboa, como costumam chamá-lo os portugueses. Aos quinze anos, tendo ouvido com nitidez o chamado de Deus para a vida religiosa, entrou na Ordem dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, no Mosteiro de São Vicente de Fora.

Continue reading

NÚVENS MENSAGEIRAS

paisaje-dpublic-

Entre os homens, muitos há que se dedicam a observar com cuidado as maravilhas postas por Deus na criação. Alguns o fazem visando novas descobertas científicas; outros, deixam-se levar pela moção da graça e almejam encontrar nos seres visíveis uma representação palpável de realidades infinitamente superiores. Continue reading

NEM SÓ LEÕES TEM A ÁFRICA

 

leoes-mocambique-ae

Para o comum dos homens ocidentais, o nome “África” é no mais das vezes associado a imagens fortes, tais como predadores formidáveis: leões, leopardos e hienas, que constituem uma contínua ameaça para os viajantes incautos.

.
.
.

Continue reading

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA …

 

mar-revolto-geopickAo percorrer as primeiras páginas das Sagradas Escrituras, curioso é notar a misteriosa predileção demonstrada por Deus para com as águas. Quando a Terra estava ainda deserta e vazia, e as trevas cobriam o abismo, o Espírito do Altíssimo já pairava sobre elas (cf. Gn 1, 2). E logo após criar o dia e a noite, deu origem aos rios e oceanos, com os quais cobriu a maior parte da superfície terrestre.

Continue reading

SUAVE MISTÉRIO

A natureza encerra belos enigmas. Mas, para quem a sabe contemplar, ela revela também alguns mistérios divinos. Na beleza deslumbrante das auroras boreais, por exemplo, podemos discernir o modo de agir de Deus com os homens.

Vejamos, pela pena de um sacerdote Arauto do Evangelho — Pe. Ryan Murphy, EP — nascido no longínquo Canadá a descrição de algo bem diferente das terras tropicais em que habitamos.

Continue reading

JEITINHO BRASILEIRO

Num pitoresco livrinho sobre o Brasil ⁽¹⁾ o autor introduz o assunto com um jeitinho bem brasileiro.

Vinha ele passar uma temporada em nossa pátria – acabou ficando… – e, para tal dirigiu-se à representação diplomática brasileira em sua pátria, a fim de obter visto para a estadia. Na hora de preencher as formalidades, faltava um documento. A funcionária – brasileira… – resolveu o problema:

Continue reading

OBRIGADO POR TER ME ENSINADO

Aproveitando o fim de ano, resolvi por em ordem minhas gavetas e outras coisas. Curioso que quase sempre encontro algo que tinha guardado às pressas. No caso concreto, era a última página de algum folheto que peguei não sei onde. Infelizmente não constava o nome do autor. Dou assim, tal como o encontrei na gaveta.

Continue reading