Páscoa nos Claríssimos Montes

Nossa Senhora dos Claríssimos Montes: esta é a invocação da igreja dos Arautos do Evangelho em… Montes Claros. E nela realizou-se pela primeira vez o Tríduo Pascal. Foi oficiante o sacerdote Arauto, Pe. César Diez, EP e concelebraram os Pes Wagner Morato, EP e Eduardo Zacarias, EP.

Na Quinta-feira Santa houve a Missa da Vigília da Paixão na qual pairavam ainda pelo ar as alegrias da instituição da Eucaristia na Última Ceia; na Sexta-feira da Paixão o solene ofício desse dia relembra a Morte de Nosso Senhor e seu sepultamento.

Círio Pascal

Para quem tenha assistido alguma vez, a cerimônia da Vigília Pascal que antecede a Ressurreição de Jesus, é das cerimônias mais marcantes da Liturgia católica: o ato começa em quase total escuridão, em meio à qual é aceso o Fogo Novo e deste é aceso o círio Pascal a partir do qual, gradualmente, as velas dos fieis vão iluminando o ambiente. Adentrando-se pela igreja, a luz vai aos poucos tomando conta do recinto até o esplendor no cântico do Gloria. É a alegria pelo Redentor ressuscitado, vitorioso sobre a morte.

Na galeria de fotos abaixo, o leitor pode ter certa ideia desses atos litúrgicos.

Vista da nave da Igreja

O Senhor Morto

Preparação do Círio Pascal

A luz das velas ilumina gradualmente a igreja

Imagem de São José

Entrega das oferendas