Nossa Senhora nos planos de Deus

Para entender bem a importância de Maria Santíssima na Doutrina Católica é preciso compreender, antes de tudo, o papel de Nossa Senhora nos planos de Deus.

Quando observamos a natureza material que nos circunda— os bonitos panoramas, a mudança de cores e de luz durante o dia, etc. —, notamos formas de beleza, as mais excelentes, que se manifestam por meio de belezas intermediárias.

Nessa conjugação de dois extremos, através de formas intermediárias de beleza, está verdadeiramente o encanto da Criação. Por exemplo, em certas flores as pétalas vão mudando gradativamente de cor à medida que se distanciam da corola.

Esse princípio da gradatividade é um dos mais belos da natureza, segundo o qual todas as coisas se dispõem em graus.

OS GRAUS DA CRIAÇÃO

 

Plinio Corrêa de Oliveira
Autor do artigo em que esse post baseou-se

Então nós temos os minerais, criaturas de Deus, mas sem vida. Logo acima os vegetais, seres com vida, mas que não se movem nem sentem. Acima deles, os animais, com vida como os vegetais, mas já sentem, se movem e tem o que São Tomás chama de “notícia” do mundo exterior e têm instintos.

Acima dos animais estão os seres humanos, compostos de espírito e matéria e também dispostos hierarquicamente. Em seguida vêm os Anjos, seres puramente espirituais, distribuídos em nove categorias até chegar aos supremos, os Serafins que têm a visão clara e direta de Deus.
.
.

O SER HUMANO, MINIATURA DO UNIVERSO

 Quando nos perguntamos qual é o mais alto desses seres criados, devemos naturalmente dizer que é um Serafim. Mas as obras de Deus são cheias de subtilezas, entre as quais esta: sem dúvida, no alto da hierarquia das criaturas temos os Serafins, mas é verdade também que o homem apresenta uma qualidade especial: só ele contém em si o universo inteiro.

Nós temos espírito como os Anjos, corpo como os animais, vida vegetativa como as plantas, e materiais tirados do mundo mineral. O homem é uma espécie de miniatura do universo.

UM ABISMO PREENCHIDO PELA SANTÍSSIMA VIRGEM

 Contudo, o espírito humano, sequioso de ordem em todas as coisas, busca um ser que preencha o abismo infinito ainda existente entre Nosso Senhor Jesus Cristo e a mera Criação: um ser tão próximo do Homem-Deus, que estivesse acima dos Anjos; mas que, sendo pura criatura humana, englobasse também todas as demais naturezas.

Esse ser é precisamente Nossa Senhora. Ela foi colocada numa altura insondável, e numa plenitude de glória, de perfeição e de santidade inimagináveis. Acima d’Ela está somente seu Divino Filho e a Santíssima Trindade.

Ela é o grampo de ouro que liga toda a Criação a Nosso Senhor Jesus Cristo, colocada no alto de todo o universo e contendo em Si toda a beleza das meras criaturas.

 

ASSISTA O VÍDEO ILUSTRATIVO DAS PALAVRAS DE DR. PLINIO CORRÊA DE OLIVEIRA

https://drive.google.com/open?id=0BxewHWCbYyaaZWNnaFJ3dkI3d0k

(Trechos com ligeiras adaptações do artigo do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, “A glória excelsa da Santíssima Virgem”, na revista “Dr. Plinio”, nº 212, de novembro de 2015, p. 18-25)

Ilustrações: Arautos do Evangelho, Ed. Retornarei, acnsf,

4 thoughts on “Nossa Senhora nos planos de Deus

  1. Que colocação bem feita dá o Prof. Plinio. Aí a gente entende que Deus, sendo a única “pessoa” que podia escolher a própria mãe, criou nossa Senhora sendo uma tal maravilha. Muito bonita a imagem de “grampo de ouro”. Os Arautos não poderiam colocar mais vídeos como esse? Abs, Leo

  2. Que coisa linda! Nunca tinha pensado em nossa Semhora com esse ponto de vista. Imagino que devoção deve ter o Prof. Plinio para visualizar o papel de Maria de modo tão bonito. Letícia

  3. Meu pai sempre me falou muito de Dr. Plinio Corrêa como um homem inspirado por Deus. Esse resumo do artigo dele sobre a Virgem Maria confirma muito a admiração que ele passou para mim. O vídeo está muito bonito. Sugiro colocarem mais vídeos. Estou inscrevendo para receber. Muito obrigada. Marcia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *